Rumo da política monetária dos EUA depende de dados econômicos, diz Powell

     São Paulo, 18 de novembro de 2019 – O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell, afirmou que a política monetária nos Estados Unidos é inteiramente dependente de dados que possam afetar a perspectiva econômica. A declaração foi feita durante encontro com o presidente norte-americano, Donald Trump, e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin na Casa Branca.

     “Os comentários de Powell foram consistentes com suas observações em suas audiências no Congresso na semana passada. Ele não discutiu suas expectativas em relação à política monetária, exceto para enfatizar que o caminho da política dependerá inteiramente das informações recebidas que afetam as perspectivas da economia”, diz nota do Fed.

     Segundo o comunicado, Powell também disse que ele e seus colegas do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) definirão a política monetária, conforme exigido por lei, para apoiar o emprego máximo e preços estáveis e tomarão essas decisões baseadas apenas em análises cuidadosas, objetivas e não políticas.

     O chefe do Fed este na Casa Branca para discutir economia, crescimento, emprego e inflação. A visita acontece após dois dias de depoimentos ao Congresso norte-americano, onde sinalizou estar confortável com a taxa de juros atual, mas se mostrou pronto para agir caso algum evento alterasse as expectativas do banco central norte-americano para a economia dos Estados Unidos.

     Este ano, o Fomc cortou a taxa de juros três vezes, passando-a para a faixa entre 1,50% e 1,75% ao ano.

     As informações são da agência CMA.

Copyright 2019 – Grupo CMA